10 de junho de 2021 - 10:22

Justiça condena Vale a pagar R$ 1 milhão para cada trabalhador morto em Brumadinho

A indenização, que abrange os trabalhadores diretos da mineradora vitimados pelo acidente, será destinada aos espólios e herdeiros.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 semanas

Divulgação

A justiça de Betim em Minas Gerais, condenou a mineradora Vale a pagar uma indenização de R$ 1 milhão por danos morais por cada trabalhador morto no rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

A indenização, que abrange os trabalhadores diretos da mineradora vitimados pelo acidente, será destinada aos espólios e herdeiros. O derramamento de rejeitos de minério em 25 de janeiro de 2019 causou a morte de 270 pessoas, das quais 137 seriam funcionários diretos da mineradora.

Em fevereiro deste ano, a Vale e o governo de Minas Gerais assinaram um acordo bilionário para reparação dos danos provocados pela tragédia. Foram quatro meses de negociações, resultando no valor de mais de R$ 37 bilhões. Foi o maior acordo realizado na história do Brasil, segundo o Estado.

Ao vivo