28 de julho de 2021 - 10:31

TRE-SP absolve Haddad de acusação de caixa 2 nas eleições de 2012

Na decisão, o relator do processo, Afonso Celso da Silva, considerou que não havia provas que comprovassem que o ex-prefeito cometeu o crime.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

Foto: Sergio Lima

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo absolveu ontem (27), por unanimidade, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad da acusação de caixa dois nas eleições municipais de 2012.

Em 2019, Haddad foi condenado pelo juiz Francisco Shintate, da 1ª Zona Eleitoral da capital paulista, a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de falsidade ideológica na prestação de contas da UTC Engenharia, durante a campanha eleitoral municipal de 2012. O petista recorreu em liberdade.

Na decisão de ontem, o relator do processo, Afonso Celso da Silva, considerou que não havia provas que comprovassem que Haddad cometeu o crime. O tesoureiro da campanha, Francisco Macena, que havia sido condenado em primeira instância pelo mesmo crime, também foi absolvido.

Ao vivo