14 de Fevereiro de 2019 - 10:13

Bolsonaro pede a PF que investigue caso Bebianno

O ministro da Secretaria-Geral é suspeito de ter repassado R$ 400 mil a uma candidata a deputada federal, dias antes da eleição.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 mês

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (13), em entrevista à TV Record que o ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno, terá de “voltar às origens” se estiver envolvido em supostas irregularidades do PSL.

Bolsonaro disse ainda ser “mentira” que tenha tratado do assunto com o ministro e acrescentou que mandou a Polícia Federal (PF), investigar as suspeitas.

No último fim de semana, o jornal “Folha de São Paulo” informou que o PSL, partido do presidente, repassou R$ 400 mil a uma candidata a deputada federal em Pernambuco, três dias antes da eleição.

Segundo o jornal, o dinheiro foi repassado enquanto Bebianno era presidente do partido.

Ao vivo