29 de Janeiro de 2018 - 17:44

Macri anuncia corte de funcionários e salários congelados

Presidente prevê economia de US$ 75 milhões para o governo argentino
Por Flávio Max • Atualizado há 1 semana

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciou hoje (29), que vai reduzir em 25% os cargos políticos do Executivo e  congelar os salários dos funcionários públicos. Ele também afirmou que vai proibir que qualquer familiar de ministros possa fazer parte do governo.

Em um ato na Casa Rosada, sede do Executivo em Buenos Aires, Macri revelou que a saída do que serão cerca de 1.000 funcionários públicos representará uma economia de 1,5 bilhão de pesos, ou US$ 75 milhões, para o governo.

 

Ao vivo