17 de abril de 2017 - 10:32

Governo Dilma sabia da situação da Previdência desde 2016

Ex-presidente sabia que, com as regras em vigor, Previdência não sobreviveria
Por Fernando Souza • Atualizado há 1 ano

O governo Dilma Rousself, já tinha conhecimento da situação  da Previdência Social desde 2016. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

A situação que levou o presidente Michel Temer a endurecer as regras para aposentadorias foi apresentada por um grupo de técnicos de seis ministérios. A conclusão dos estudos foi de que, com as regras em vigor, a Previdência não conseguiria suportar o aumento do número de beneficiários e a redução no contingente de contribuintes.

Um dossiê, daquela época, aponta os mesmos argumentos de Temer para enviar a reforma ao Congresso.

O trabalho indica projeções que mostram que, em 2060, o Brasil vai ter menos pessoas trabalhando do que hoje.

E o número de idosos vai crescer 262,7%.

No início de 2016, Dilma Rousself, afirmou que a Previdência teria que passar por uma reforma.

Sem dar detalhes, a ex-presidente insinuou que  era preciso instituir uma idade mínima para aposentadoria.

O relatório técnico afirma que o Brasil era um dos poucos países da   Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico que não tinha idade mínima para se aposentar perto dos 65 anos.

No ranking, a idade mínima no Brasil – de 59 anos, está no fim da lista, atrás de 34 países.

 

Ao vivo