22 de janeiro de 2019 - 08:58

Governador de Goiás decreta calamidade financeira no estado

De acordo com Ronaldo Caiado, a dívida do estado é de R$ 3,5 bilhões.
Por Flávio Max • Atualizado há 4 meses

Foto: José Cruz

O governador de Goiás Ronaldo Caiado, do Democratas, decretou ontem (21), calamidade financeira no estado.

O governo de Goiás alega que não tem recursos financeiros disponíveis para que a máquina pública funcione, e afirma também que a receita não tem crescido o suficiente para suportar o aumento dos gastos.

Segundo o governador Ronaldo Caiado, Goiás atingiu o nível crítico de endividamento. Hoje, a dívida do estado é de R$ 3,5 bilhões.

Segundo a equipe que cuida das finanças do estado, em Goiás, 70% da receita estão comprometidos com folha de pagamento; com projeção de chegar a 82% até o final do ano.

Os salários de dezembro dos servidores públicos estão atrasados e os de janeiro começaram a ser pagos na segunda-feira (21).

O decreto de calamidade financeira permite que o governo renegocie contratos com fornecedores, suspenda serviços que não são essenciais e alongue o prazo para o pagamento de dívidas com bancos e até com o governo federal. Também permite que ele gaste mais de 60% com a folha de pagamentos.

Ao vivo