20 de maio de 2022 - 09:15

STF mantém multa para motoristas que se recusarem a fazer teste do bafômetro

A decisão tem repercussão geral, isto é, deverá ser seguida pelos demais tribunais no país.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

Reprodução

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem (19) por unanimidade validar a punição administrativa prevista no Código de Trânsito Brasileiro ao motorista que se recusar a fazer o teste do bafômetro.

A decisão tem repercussão geral, isto é, deverá ser seguida pelos demais tribunais no país. Ao todo, mais de mil processos aguardavam um posicionamento do plenário do STF sobre o tema.

O Código de Trânsito prevê multa administrativa de R$ 2.934,70 para quem se recusa a fazer o teste, há também a suspensão do direito de dirigir por 12 meses, recolhimento da habilitação e retenção do veículo.

O Supremo tomou a decisão ao julgar recurso do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul, que tentava reverter a anulação de uma multa aplicada a um motociclista de Cachoeirinha (RS) que se recusou a fazer o teste.

Ao vivo