05 de abril de 2021 - 09:31

Ministro da Saúde quer adequar indústrias de vacinas animais para humanos

Para o ministro, a adequação pode contribuir para que o Brasil amplie a capacidade de vacinação própria e ofereça doses a outros países.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 semanas

Foto: Ailton de Freitas

Criticado pelo ritmo lento de vacinação contra a covid-19, o governo federal avalia a possibilidade de usar fábricas de vacinas para animais na produção de imunizantes contra o novo coronavírus. A informação foi dada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, após reunião com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom.

Para o ministro, o uso de fábricas de produtos para animais pode contribuir para que o Brasil não só amplie a capacidade de vacinação própria, mas também futuramente ofereça doses a outros países.

Após reduzir previsões anteriores, Queiroga afirmou que o País tem asseguradas 30 milhões de doses para abril, o que, segundo ele, permite ao governo continuar aplicando neste mês a marca de 1 milhão de doses ao dia.

Ao vivo