03 de Janeiro de 2019 - 10:01

Romeu Zema afirma que 13º de servidores de Minas não será ‘pago tão cedo’

O governador disse que lamenta a situação, mas terá que priorizar as situações mais graves do estado.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

Foto: Ramon Bittencourt

O governador de Minas, Romeu Zema, afirmou ontem (02), que ainda não sabe quando pagará o 13º salário do funcionalismo público. O valor do abono é estimado em mais de R$ 2,1 bilhões.

No ano passado, o então governador Fernando Pimentel, alegou falta de recursos em caixa para quitar a folha.

Zema disse ainda que lamenta a situação, mas terá que priorizar as situações mais graves, como o não pagamento de salário para professores da rede municipal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Sobre o parcelamento do salário do funcionalismo, que vem ocorrendo desde janeiro de 2016, Romeu Zema disse que a equipe econômica vai se empenhar para reduzir as escalas até que tudo possa ser pago no quinto dia útil, conforme determina a legislação.

Ao vivo