22 de novembro de 2019 - 11:22

Vereador Ismar Prado e William Alvorada confessam desvio de verba e vão ressarcir os cofres do legislativo

Investigados firmaram acordos após depoimentos no Ministério Público.
Por Marcela Pissolato • Atualizado há 2 semanas

Ismar Prado - Reprodução/TV Paranaíba

O ex-vereador William Alvorada e o vereador Ismar Prado (PMB), investigados na Operação “O Poderoso Chefão”, confessaram ter desviado parte da verba indenizatória por meio da empresa Ideal Assessoria e Serviços. Segundo as investigações do Ministério Público Estadual, a empresa é de fachada.

A promotoria firmou acordos de não-persecução penal a partir da confissão dos investigados. Os dois deverão ressarcir os cofres do Legislativo com os valores recebidos e devidamente corrigidos.

O vereador Ismar Prado deve renunciar ao cargo e devolver valores corrigidos que chegam a 129 mil reais. William Alvorada vai devolver aos cofres do legislativo 34 mil e 600 reais.

Segundo o Ministério Público, a empresa de fachada é ligada ao vereador Alexandre Nogueira. Juliano Modesto também teria desviado recursos por meio da Ideal Assessoria. Ambos estão presos.

Ao vivo