01 de julho de 2022 - 09:06

Senado aprova PEC dos Auxílios, que libera R$ 41 bilhões fora do teto de gastos

O primeiro turno foi aprovado por 72 a 1, sendo que o único voto contrário foi o do senador José Serra.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 mês

Foto: Sergio Lima

Após intensas negociações entre governo e oposição, o plenário do Senado aprovou ontem, a nova versão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Combustíveis, que prevê o reconhecimento do estado de emergência em 2022 no país e um pacote de R$ 41 bilhões em auxílios.

O primeiro turno foi aprovado por 72 a 1, sendo que o único voto contrário foi o do senador José Serra. Todos os destaques foram retirados. Assim, o senadores seguiram para votação em 2º turno, aprovado por 67 a 1. A matéria agora segue para análise da Câmara dos Deputados.

A PEC cria um auxílio de R$ 1 mil a caminhoneiros e um auxílio ainda sem valor definido a taxistas, além de ampliar o Auxílio Brasil para, ao menos, R$ 600 mensais e o vale-gás para cerca de R$ 120 a cada dois meses. Segundo o texto, essas medidas serão válidas até 31 de dezembro deste ano.

Ao vivo