06 de fevereiro de 2019 - 09:21

Presidente do Senado estima em 3 meses o prazo para votação da reforma da Previdência

Por se tratar de proposta de emenda à Constituição, a reforma precisa do apoio mínimo de três quintos dos parlamentares.
Por Flávio Max • Atualizado há 4 meses

Reprodução / Agência Senado

O novo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, estimou em três meses o prazo para a Casa votar a proposta de reforma da Previdência Social.

Alcolumbre foi questionado sobre uma entrevista na qual o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que o objetivo é conseguir os votos a favor da reforma em até dois meses e votar a proposta até maio.

Por se tratar de proposta de emenda à Constituição (PEC), a reforma da Previdência precisa do apoio mínimo de três quintos dos parlamentares: 308 dos 513 deputados e 49 dos 81 senadores.

Se a proposta for aprovada em dois turnos na Câmara, seguirá para o Senado, onde também será submetida a dois turnos de votação.

Para o presidente do Senado, a reforma a ser votada precisa estabelecer idades diferentes para homens e mulheres poderem se aposentar.

Ao vivo