12 de agosto de 2019 - 10:23

PF faz buscas em endereços ligados a Fernando Pimentel

O ex-governador é investigado na operação Monograma, que apura supostos recebimentos de caixa dois na campanha eleitoral de 2014.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 semana

Foto: Renato Costa

O ex-governador de Minas, Fernando Pimentel é alvo de nova operação da Polícia Federal (PF), na manhã de hoje (12), em uma investigação sobre falsidade eleitoral e lavagem de dinheiro.

Os policiais cumpriram dois mandados de busca e apreensão na casa e no escritório do petista, em Belo Horizonte.

A operação batizada de Monograma, que é um desdobramento da Acrônimo, ocorre duas semanas depois de Pimentel e o empresário Benedito Rodrigues, prestarem depoimento no processo que apura suposto caixa dois na campanha em 2014.

Segundo a investigação, empresas de consultoria teriam sido usadas para o recebimento de mais de R$ 3 milhões em vantagens ilícitas, por meio da simulação de prestação de serviços.

A defesa de Fernando Pimentel considera as ações de hoje ‘excesso’, mas alega que está contribuindo com as investigações.

Ao vivo