01 de Março de 2019 - 11:24

Paulo Preto é condenado a 27 anos pela Lava-Jato de SP

O ex-diretor da Dersa é apontado como operador de esquemas envolvendo o PSDB em São Paulo.
Por Flávio Max • Atualizado há 3 semanas

Foto: Sergio Lima

O ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi condenado ontem (28), a pena de 27 anos e oito dias de prisão, sendo os sete primeiros anos em regime fechado.

Paulo Preto está preso desde a semana passada, quando foi deflagrada, a 60ª fase da Operação Lava Jato.

De acordo com o Ministério Público Federal de São Paulo, a operação investiga um complexo esquema de lavagem de dinheiro de corrupção praticada com a Odebrecht.

Paulo Preto é apontado como operador de esquemas envolvendo o PSDB em São Paulo.

Pelos cálculos da procuradoria, as transações investigadas superam 130 milhões de reais.

Ao vivo