15 de maio de 2020 - 12:23

Nelson Teich deixa o Ministério da Saúde antes de completar 1 mês no cargo

O médico tomou posse no dia 17 de abril e enfrentou divergências com o presidente Bolsonaro.
Por Victor Fernandes, com informações de 'O Globo' • Atualizado há 3 semanas

O ministro da Saúde, Nelson Teich, deixou o cargo hoje (15), antes de completar um mês no posto. Em nota, a pasta informou que ele pediu demissão.

Teich tomou posse em 17 de abril. Essa é a segunda saída de um ministro da Saúde em meio à pandemia do coronavírus. Teich havia substituído Luiz Henrique Mandetta. Assim como o antecessor, Teich também apresentou discordâncias com o presidente Jair Bolsonaro sobre as medidas para combate ao novo coronavírus.

Nos últimos dias, o presidente e Teich tiveram desentendimentos em relação ao uso da cloroquina no tratamento para a Covid-19 e em um plano construído pelo Ministério da Saúde para flexibilizar o isolamento social em estados e municípios.

O ministro da Saúde também foi pego de supresa durante uma entrevista coletiva com um decreto do presidente Jair Bolsonaro que ampliou as atividades essenciais no período da pandemia, incluindo academias e salões de beleza.

Teich foi chamado para uma reunião no Palácio do Planalto nesta manhã. Segundo o jornal O Globo, ele esteve com Bolsonaro e depois voltou para o prédio do Ministério da Saúde. A demissão foi anunciada logo depois.

Ao vivo