28 de maio de 2020 - 10:24

Ministro da Justiça entra com habeas corpus no STF em favor de Weintraub

Mendonça afirmou que o pedido visa garantir liberdade de expressão aos cidadãos e preservar a harmonia e respeito entre os poderes.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 mês

Reprodução / Agência Senado

O ministro da Justiça, André Luiz Mendonça, apresentou um pedido de habeas corpus para tentar evitar a tomada de depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

A oitiva do ministro foi determinada na última terça-feira (26) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que deu 5 dias para a Polícia Federal (PF) ouvir o chefe da pasta da Educação.

Moraes é relator do inquérito das fake news, que apura ameaças e notícias falsas contra ministros do Supremo. O depoimento de Weintraub foi ordenado depois que o ministro da Educação, em reunião realizada em 22 de abril, sugeriu cadeia aos magistrados do STF, classificados como “vagabundos“.

Mendonça afirmou em rede social que seu pedido “visa garantir liberdade de expressão dos cidadãos” e “preservar a independência, harmonia e respeito entre os poderes“.

Ao vivo