07 de junho de 2019 - 09:05

Lula e ex-ministros Palocci e Paulo Bernardo se tornam réus por corrupção

Segundo a acusação, a empreiteira Odebrecht prometeu a Lula R$ 64 milhões para ser favorecida em decisões do governo.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 semanas

Foto: Leonardo Benassatto

A justiça de Brasília aceitou denúncia apresentada pelo Ministério Público (MP) e tornou réus o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo e o empresário Marcelo Odebrecht.

De acordo com a Polícia Federal (PF), Lula, Palocci e Paulo Bernardo atuaram, a pedido da Odebrecht para aumentar o valor de um empréstimo que o BNDES faria para Angola.

Ainda segundo a acusação, a empreiteira prometeu a Lula, em 2010, R$ 64 milhões para ser favorecida em decisões do governo. De acordo com o Ministério Público Federal, o dinheiro teria sido colocado à disposição do PT.

Condenado em duas ações penais, Lula é réu atualmente em outros sete processos.

Ao vivo