11 de abril de 2019 - 10:29

Fernando Pimentel se torna réu pela segunda vez em outro processo no TRE-MG

Petista é acusado de receber caixa dois de R$ 1,5 milhão em sua campanha para o Senado Federal, em 2010.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 semana

Foto: Renato Costa

O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) virou réu, pela segunda vez, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Dessa vez, o político é acusado de receber caixa dois no valor de R$1,5 milhão, na campanha para o Senado Federal, em 2010.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o petista teria recebido doações eleitorais feitas por empreiteiras e pelo presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte, Iraci de Assis Cunha.

Na época, o petista não conseguiu se eleger, perdendo para o também ex-governador Aécio Neves (PSDB).

A defesa do ex-governador afirmou que só se manifestará nos autos do processo.

Ao vivo