14 de Março de 2019 - 11:00

Fachin concede mais 30 dias para PF concluir investigação sobre Aécio

O deputado é investigado por supostamente ter recebido R$ 50 milhões para defender interesses de duas empreiteiras.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 dias

Reprodução - AFP

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu mais 30 dias de prazo para a Polícia Federal (PF), concluir a apuração sobre a suposta atuação do deputado Aécio Neves em favor de empreiteiras em obras em Rondônia (RO).

Ao conceder o prazo, Fachin atendeu parcialmente a um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), que havia solicitado mais 60 dias.

Aécio é investigado por supostamente ter atuado em defesa dos interesses da Odebrecht e da Andrade Gutierrez no andamento de projetos das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira.

Segundo as investigações, Aécio recebeu R$ 50 milhões por defender os interesses das duas empreiteiras.

Ao vivo