10 de setembro de 2019 - 10:09

Ex-ministro Edison Lobão e filho são alvos da 65ª fase da Lava Jato

Segundo o MPF, pai e filho receberam propinas de R$ 50 milhões dos Grupos Estre e Odebrecht entre 2008 e 2014.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 dias

Reprodução / Agência Brasil

Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, foi preso na manhã de hoje (10), na 65ª fase da Lava Jato.  De acordo com o Ministério Público Federal, a prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado e foi efetuada no Rio de Janeiro (RJ).

A nova etapa da operação investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Segundo o MPF, Márcio Lobão e Edison Lobão solicitaram e receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht em R$ 50 milhões entre 2008 e 2014.

O mandado de prisão foi expedido contra Márcio Lobão porque, conforme o MPF, há indícios de que ele permanecia praticando o crime de lavagem de dinheiro em 2019.

Esta nova fase da Lava Jato foi batizada de Operação Galeria. Além do mandado de prisão, há 11 de busca e apreensão. As ordens judiciais são cumpridas em São Paulo (SP), Rio de Janeiro e em Brasília (DF).

 

Ao vivo