13 de junho de 2022 - 09:35

Bolsonaro critica TSE por não aceitar contagem simultânea de votos

As Declarações aconteceram por videoconferência durante o evento CPAC Brasil.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro criticou ontem (12) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por não aceitar todas as sugestões apresentadas pelas Forças Armadas para o processo eleitoral. As Declarações aconteceram por videoconferência durante o evento CPAC Brasil.

O chefe do Executivo também afirmou que a esquerda pode voltar ao poder “das mais variadas formas” e sugeriu que ministros indicados ao Supremo Tribunal Federal nos governos petistas estariam agindo por interesses particulares.

Criticou principalmente o ministro Edson Fachin e voltou a atacar os ministros Alexandre de Moraes e Roberto Barroso.

Durante seu discurso, Bolsonaro repetiu as falas sobre fraude nas últimas eleições brasileiras, e disse que tem “forte indícios” de que ganhou no 1º turno nas eleições de 2018 e que hackers interferiram no pleito. O próprio presidente, porém, afirmou não ter como provar suas suspeitas.

Ao vivo