09 de outubro de 2019 - 10:44

Barroso defende buscas em gabinete de líder do governo

Segundo o ministro, a Polícia Federal encontrou "uma quantidade impressionante" de indícios contra o senador Fernando Bezerra Coelho.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 semanas

Reprodução

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu em documento enviado ontem ao presidente do tribunal, Dias Toffoli, a legalidade da operação de busca e apreensão realizada no mês passado no gabinete do líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho do MDB.

Segundo Barroso, a Polícia Federal encontrou “uma quantidade impressionante” de indícios contra Bezerra Coelho.

A manifestação faz parte de resposta de 16 páginas ao pedido de informações de Toffoli, motivado por ação da Mesa do Senado contra a decisão de Barroso de autorizar a operação.

Segundo ele, “o exame criterioso e imparcial dos elementos produzidos não conferia ao magistrado outra opção que não a decretação de busca e apreensão.

Ao vivo