06 de junho de 2019 - 09:18

MPF denuncia 20 acusados de fraudes no seguro-desemprego

Grupo causou prejuízo de mais de R$ 20 milhões aos cofres públicos entre 2015 e 2019.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 semanas

Reprodução

O Ministério Público Federal de São Paulo denunciou ontem (05), 20 pessoas acusadas de participar de um esquema de fraudes no seguro-desemprego.

Segundo as investigações, o grupo causou prejuízo de mais de R$ 20 milhões aos cofres públicos, sacando mais de 13 mil parcelas do benefício entre 2015 e 2019.

Segundo o MPF, para fraudar o benefício, a organização criminosa usou 408 empresas de fachada em vários estados.

A apuração começou em outubro de 2017, a partir da denúncia de um trabalhador rural, segundo o qual alguém estaria recebendo indevidamente seguro-desemprego em seu nome.

O esquema usava as empresas de fachada para simular vínculo empregatício e demissões falsas e assim receber o benefício.

Ao vivo