31 de julho de 2020 - 10:05

Governo estabelece regras para home office de servidores

Segundo o Ministério da Economia, foram economizados mais de R$ 360 milhões nos últimos quatro meses, graças ao teletrabalho.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 semanas

Divulgação

O Ministério da Economia informou que deve publicar em breve novas orientações para a adoção do regime de teletrabalho nos órgãos e entidades do governo federal. As regras, no entanto, só começam a valer em setembro.

O servidor terá responsabilidades e atribuições a cumprir. Entre elas, permanecer disponível para contatos telefônicos, checar regularmente sua caixa de e-mail e comparecer ao órgão sempre que convocado.

Com a pandemia do novo coronavírus, segundo a pasta, quase dois terços da força de trabalho do Executivo federal passaram a atuar em casa. O governo diz ter economizado mais de R$ 360 milhões nos últimos quatro meses, graças ao home office.

Segundo o secretário-adjunto de Desburocratização e Gestão, Gleisson Rubin, essa fração equivale a 360 mil servidores. O número é impulsionado pelo fato de instituições de ensino federais, como as universidades, estarem fechadas.

Após o fim da pandemia, Rubin afirma que boa parte dos servidores atualmente em teletrabalho devem retomar as atividades presenciais – é o caso dos professores e pesquisadores universitários.

Ao vivo