30 de agosto de 2021 - 09:58

Claudiney Batista domina final do lançamento de disco e leva o ouro em Tóquio

A medalha do atleta foi a 31ª do Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio. Até o momento, são 11 de ouro, 5 de prata e 15 de bronze.
Por Flávio Max • Atualizado há 12 meses

Reprodução / CPB

O atleta Claudiney Barbosa foi bicampeão paralímpico na classe F56 do lançamento de disco ontem (29) em Tóquio. O brasileiro confirmou o favoritismo ao alcançar a marca de 45,25m em sua última tentativa, assegurando o ouro. A categoria vencida pelo medalhista é para atletas que competem em cadeiras de rodas.

Além de conquistar sua terceira medalha em Paralímpíadas, Claudiney estabeleceu um novo recorde paralímpico. O brasileiro era o detentor da marca, com 45,33m, e também é o atual recordista mundial do lançamento de disco, com 46,68m.

Dominante na prova desde os Jogos do Rio, Claudiney, hoje com 42 anos, também foi campeão mundial em 2019 no lançamento de dardo.

A medalha de Claudiney foi a 31ª do Brasil nas Paralimpíadas de Tóquio. São, agora, 11 de ouro, 5 de prata e 15 de bronze.

Ao vivo