22 de fevereiro de 2019 - 11:42

TRF-4 nega pedido de redução de pena de José Dirceu

O ex-ministro ainda tem direito a apresentar um último recurso à Corte, o chamado "embargo dos embargos".
Por Flávio Max • Atualizado há 5 meses

Foto: Dida Sampaio

O Tribunal Regional Federal da quarta região (TRF-4), negou ontem (21), a redução da pena do ex-ministro José Dirceu (PT), em um dos processos em que fora condenado na Operação Lava Jato.

O processo trata de um suposto recebimento, por parte de Dirceu, de mais de R$ 2,1 milhões em propina provenientes de contratos da Petrobras com a empresa Apolo Tubulars.

Por maioria, os desembargadores resolveram negar os embargos infringentes de Dirceu. No ano passado, o ex-ministro foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro a 8 anos, 10 meses e 28 dias de prisão.

O TRF-4 confirmou que o ex-ministro ainda tem direito a apresentar um último recurso à Corte, o chamado “embargo dos embargos”. Só depois da análise desta etapa final a pena poderá ou não ser executada.

Ao vivo