11 de julho de 2017 - 15:51

Sessão no Senado é suspensa após oposição ocupar mesa

Votação da reforma trabalhista estava prevista para acontecer hoje.
Por Victor Fernandes • Atualizado há 4 meses

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), suspendeu hoje a sessão plenária extraordinária destinada à votação final da reforma trabalhista.

Senadoras da oposição ocuparam a mesa do plenário, onde fica a cadeira do senador, e se recusarem a deixar o local. Isso aconteceu por volta de meio dia.

Cerca de cinco minutos após Eunício ter determinado a suspensão, as luzes no plenário foram parcialmente apagadas. Nessa hora, o painel eletrônico marcava a presença de 49 dos 81 senadores no plenário.

A assessoria de Eunício não confirmou de quem partiu a ordem para apagar as luzes. A oposição diz que a ordem partiu do presidente da Casa.

O projeto foi enviado pelo governo ao Congresso Nacional no ano passado. O texto muda mais de 100 trechos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A proposta foi aprovada pela Câmara em abril e, se for aprovado pelo Senado sem mudanças, seguirá para a sanção do presidente Michel Temer. A votação é aberta e nominal.

Ao vivo