23 de maio de 2017 - 19:14

PF prende ex-governadores do DF na operação Panatenaico

A operação ocorre após acordos de delação de executivos da Andrade Gutierrez.
Por Victor Fernandes • Atualizado há 12 meses

Os ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda, do PR e Agnelo Queiroz, do PT, além do ex-vice-governador Tadeu Filippelli, do PMDB, que ocupava o cargo de assessor do presidente Michel Temer, foram presos preventivamente na manhã de hoje, durante a operação Panatenaico, da Polícia Federal, a PF.

A operação investiga irregularidades nas obras de reconstrução do estádio Mané Garrincha, um dos palcos da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. As investigações apontam para um superfaturamento de cerca de R$ 900 milhões. A PF investiga outras duas licitações suspeitas no Distrito Federal.

A operação ocorre após acordos de delação premiada firmados por três altos executivos da construtora Andrade Gutierrez, além dos depoimentos à Polícia Federal de outros funcionários das empresas envolvidas e de servidores de órgãos públicos.

Ao vivo