26 de fevereiro de 2019 - 09:53

PF investiga esquema de fraude em indenizações da tragédia de Mariana

Segundo o inquérito, suspeitos obtiveram licenças falsas de pescador para receber o auxílio.
Por Flávio Max • Atualizado há 3 meses

Foto: Marcio Fernandes

A Polícia Federal (PF), faz uma operação na manhã de hoje (26), para investigar fraudes no pagamento de indenizações decorrentes da tragédia de Mariana, em 2015.

O mar de lama da barragem da Samarco, subsidiária da Vale, causou 19 mortos e atingiu o Rio Doce. Cerca de 1400 pescadores tiveram a atividade suspensa nos municípios do Espírito Santo atingidos pelo desastre.

Para compensar os prejuízos causados ao Rio Doce, foram pagas compensações financeiras a esses profissionais. Segundo investigações, suspeitos obtiveram licenças falsas de pescador para receber as indenizações.

São cerca de R$ 7 milhões em indenizações fraudadas.

A PF cumpre 24 mandados de busca e apreensão em colonias de pescadores e escritórios de advocacia suspeitos de mediar a fraude.

Ao vivo