15 de março de 2019 - 10:54

MPF denuncia Mantega, Palocci e Joesley por manobras ilegais no BNDES

De acordo com o Ministério Público, o dinheiro do banco foi usado pelo grupo J&F para compra de empresas do ramo de carnes.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

Foto: Lula Marques

O Ministério Público Federal (MPF), denunciou ontem (14), 12 acusados de crimes ligados ao apoio financeiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ao grupo J&F.

A ação pede reparação de R$ 5,5 bilhões aos cofres públicos, valor que inclui R$ 1,86 bilhão de suposto prejuízo apurado, em valor atualizado, e outros R$ 3,74 bilhões como indenização.

A lista de denunciados inclui o empresário Joesley Batista, da JBS, o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho e os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci.

O grupo é acusado de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, gestão fraudulenta, prevaricação financeira e lavagem de dinheiro.

De acordo com o MPF, o dinheiro do BNDES foi usado pelo grupo J&F para comprar outras empresas do ramo de carnes, como a norte-americana Swift.

Ao vivo