08 de julho de 2017 - 09:57

Maia diz que articulação para suceder Temer é especulação

Nome de Rodrigo Maia vem ganhando consenso entre parlamentares
Por Fernando Souza • Atualizado há 4 meses

Articulação para suceder Temer é “pura especulação”, disse o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ele fez a afirmação ao participar de evento em Buenos Aires ontem, dia 7.  Ele fez o relato por conta de informações que circulam indicando um grande acordo entre o seu partido e o PSDB para promover uma transição para assumir a presidência, no lugar de Michel Temer (PMDB).

O nome de Rodrigo Maia vem ganhando consenso entre parlamentares e o mercado financeiro, ao mesmo tempo em que a situação de Temer fica mais crítica e sua base aliada parece enfraquecer. Mesmo diante desse cenário, Maia tem desviado do assunto, e procurado até evitar ocupar a presidência mesmo em situações naturais, como quando Temer se ausenta do Brasil.

Sucessor natural do presidente nestes casos, Rodrigo Maia embarcou em viagem oficial para a Argentina justamente quando o presidente foi para a Alemanha, participar do G20. A presidência acabou sendo transmitida para o presidente do Senado, Eunício de Oliveira.

O presidente da Câmara Federal afirma que o DEM não pretende deixar o governo. “Somos aliados do presidente Michel Temer, apesar de toda a crise, e eu disse ao presidente do meu partido, no começo da crise, que se tivesse que acontecer alguma coisa, o DEM deveria ser o último a desembarcar do governo. Nós vamos manter a nossa posição de apoio ao governo”, garantiu Maia.

Ao vivo