11 de agosto de 2017 - 18:27

Ilan Goldfajn aponta expectativa de queda adicional da Selic

Presidente do BC voltou a defender a necessidade de aprovação das reformas
Por Lorena Silva • Atualizado há 1 ano

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou hoje (11) que existem expectativas de quedas adicionais da Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira, diante do cenário positivo de inflação. Ele voltou a defender a necessidade de aprovação das reformas para que o processo de desinflação continue.

A Selic está atualmente em 9,25%, e o BC já indicou que deve manter em setembro o ritmo de corte de 1% adotado nas três últimas reuniões. O atual processo de afrouxamento monetário começou em outubro passado, com a Selic em 14,25%.

Em meio à intensa discussão dentro do governo sobre as metas fiscais, o presidente do BC reafirmou que o impacto da queda de confiança na atividade econômica tem sido, até o momento, limitado e que existe uma recuperação gradual.

Ele reafirmou que o cenário externo continua favorável e que tem contribuído, “até o momento”, para o apetite por ativos de economias emergentes.

 

Ao vivo