13 de março de 2019 - 14:16

Dodge vai ao Supremo e pede anulação de acordo da Petrobras com força-tarefa da Lava Jato

A ministra disse que procuradores do Paraná não tinham poderes para atuação no caso.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

Foto: Isac Nóbrega

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao STF a anulação de todo o acordo firmado pela Petrobras, com participação da força-tarefa da Lava Jato, para devolução de recursos acordados com autoridades norte-americanas.
A força-tarefa já havia pedido para suspender a parte mais polêmica do acordo que prevê a criação de uma entidade para administrar uma parte dos recursos.
Dodge, no entanto, entende que os procuradores do Paraná não tinham poderes para atuar no caso e quer a anulação de todo o acordo sem prejuízo para a Petrobrás.
O acordo, já homologado pela Justiça, estipula a devolução de dois bilhões e meio de reais em uma conta vinculada à Justiça Federal do Paraná.
O compromisso entre a petroleira e os Estados Unidos foi firmado em setembro do ano passado para o encerramento de investigações decorrentes das irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato.
Ao vivo