10 de janeiro de 2019 - 10:19

Dias Toffoli determina votação secreta para presidência do Senado

O presidente do STF derrubou uma decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello, que havia determinado votação aberta na eleição, marcada para fevereiro.
Por Flávio Max • Atualizado há 4 meses

Foto: Fellipe Sampaio

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu ontem (09), manter a votação secreta para a eleição da Mesa do Senado.

Com isso, Toffoli derrubou a decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello, que em dezembro determinou votação aberta na eleição, marcada para primeiro de fevereiro.

Ainda ontem, Toffoli, que responde pelo STF no plantão do Judiciário, rejeitou um pedido do deputado eleito Kim Kataguiri (DEM), para que a votação para o comando da Câmara fosse aberta.

Toffoli entendeu que a eleição na Câmara e Senado é questão interna e deve ser definida pelos parlamentares.

Ao vivo