27 de janeiro de 2018 - 09:54

Defesa de Lula ingressa com habeas corpus para reaver passaporte

Apreensão faz parte da Operação Zelotes.
Por Flávio Max • Atualizado há 3 meses

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva impetrou, ontem (27), um habeas corpus pedindo a devolução do passaporte do petista e o cancelamento da inclusão do nome do ex-presidente no Sistema de Procurados e Impedidos.

Os defensores de Lula recorreram ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), contra decisão do juiz federal Ricardo Soares Leite, da 10ª Vara de Brasília, que atendeu a pedido da Procuradoria da República e mandou confiscar o documento.

Para a defesa de Lula, a decisão do juiz federal “baseia-se em suposições, sofismas e falsas premissas”.

A decisão de apreender o passaporte de Lula foi tomada no âmbito da Operação Zelotes, que apura tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra dos caças suecos e na prorrogação de uma medida provisória e não tem relação direta com a condenação à 12 anos e 1 mês de prisão que ele recebeu do Tribunal Regional Federal da 4ª região nesta semana, no âmbito da Operação Lava Jato.

 

Ao vivo