03 de maio de 2017 - 09:54

STJ nega habeas corpus a Sérgio Cabral

Entre as vítimas há quatro civis e um policia
Por Fernando Souza • Atualizado há 2 anos

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou ontem, dia 2, um habeas corpus que pedia a liberdade do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, preso desde novembro do ano passado, por conta da Operação Calicute que é um dos desdobramentos dos esquemas de corrupção revelados pela Lava Jato.

A Sexta Turma do STJ, que julgou o pedido de liberdade de Cabral, considerou não haver nenhuma ilegalidade na prisão preventiva dele. Para os ministros do tribunal, a prisão do ex-governador se justifica pela possibilidade do cometimento de novos crimes e na garantia da ordem pública. A relatoria foi da ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Em 29 de janeiro, o vice-presidente do STJ, ministro Humberto Martins, negou uma liminar para libertar Cabral, confirmando o entendimento do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) que, em novembro, havia ordenado a manutenção da prisão do ex-governador.

 

 

Ao vivo