31 de julho de 2017 - 09:14

Ainda restam dívidas da Copa do Mundo de 2014

Total do débito pode chegar a R$ 340 mil
Por Fernando Souza • Atualizado há 3 meses

A dívida da organização da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, com sete empresas contratadas para prestar serviços durante o evento pode chegar a pelo menos R$ 340 mil. Esta é soma dos valores de nove protestos registrados em cinco cartórios diferentes em São Paulo e Rio e que ainda estão em aberto, ou seja, sem previsão de pagamento.

Deveriam ter sido pagos serviços de limpeza, segurança, transporte de encomendas e até a contratação de atores e atrizes para a abertura e encerramento da competição. Das empresas que tiveram o prejuízo, uma fechou as portas no início deste ano.

Ao vivo