27 de Março de 2018 - 14:44

Quarta fase da Operação Fenix tem como alvo policiais civis e empresários

Dois delegados da Polícia Civil são considerados foragidos.
Por Lorena Silva • Atualizado há 2 meses

Foto: Vinicius Lemos

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e a Polícia Militar realizam hoje (27) a quinta fase da operação Fênix. Desde as primeiras horas da manhã de hoje (27), policiais militares estão nas ruas cumprindo 15 mandados de prisão preventiva e outros 15 de busca e apreensão em Uberlândia e Araxá, e no Alto Paranaíba.

Os investigados são suspeitos de crimes de corrupção ativa e passiva, associação criminosa, tráfico de drogas, roubo, falsidade ideológica, obstrução de justiça, fraude processual, prevaricação, lavagem de dinheiro, tortura, entre outros.

Os alvos da quinta fase da operação são policiais civis e empresários do ramo de veículos e de um ferro-velho. Dois delegados da Polícia Civil são considerados foragidos.

A operação Fenix teve início em dezembro quando foram cumpridos mais de 200 mandados contra policiais civis, incluindo investigadores, escrivães e delegados, além de advogados. O Ministério Público ofereceu 29 denúncias dos envolvidos ao judiciário.

Ao vivo