10 de outubro de 2018 - 19:21

Marconi Perillo é preso ao prestar depoimento na Polícia Federal

O ex-governador de Goiás é suspeito de receber R$ 12 milhões em recursos ilícitos de empreiteiras para as eleições em 2010 e 2014.
Por Flávio Max Da Silva • Atualizado há 6 dias

Foto: Ueslei Marcelino

O ex-governador de Goiás, Marconi Perilo (PSDB), foi preso na tarde de hoje (10), enquanto prestava depoimento à Polícia Federal (PF), em operação que investiga pagamento de propina em campanhas eleitorais.

O advogado dele, Antônio Carlos Almeida, conhecido como Kakay, confirmou a informação à revista Veja e declarou estar “perplexo” com a expedição do mandado.

O ex-governador tinha depoimento marcado para as três da tarde, mas chegou duas horas mais cedo e entrou pelos fundos para evitar os jornalistas.

O político é considerado suspeito de receber R$ 12 milhões em recursos ilícitos de empreiteiras para as eleições em 2010 e 2014. A operação ocorreu em decorrência de delações premiadas da Odebrecht na Operação Lava Jato.

Ao vivo