17 de setembro de 2018 - 18:54

Justiça rejeita dez impugnações e registra candidatura de Dilma ao Senado

O julgamento chegou a ficar empatado em três a três. O voto de minerva foi do presidente da Corte, desembargador Pedro Bernardes.
Por Flávio Max • Atualizado há 4 semanas

Reprodução - AFP

A candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), ao Senado Federal foi confirmada na manhã de hoje (17), pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).

O julgamento chegou a ficar empatado em três a três. O voto de minerva foi do presidente da Corte, desembargador Pedro Bernardes.

O pedido de registro de Dilma para disputar uma vaga de senadora foi impugnado por 10 ações, incluindo uma de Danielle Cunha, filha do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O emedebista, hoje preso, conduziu o processo de impeachment contra ela em 2016.

Dilma concorre ao Senado tendo como suplentes na chapa os vereadores Pedro Patrus e Arnaldo Godoy, ambos do PT.

Ao vivo