07 de Maio de 2018 - 17:57

Barroso prorroga por mais 60 dias inquérito que investiga Temer

O ministro negou o pedido da defesa do presidente para arquivar a investigação.
Por Flávio Max • Atualizado há 5 meses

Foto: Fellipe Sampaio

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu prorrogar por mais 60 dias o inquérito que investiga se o presidente Michel Temer favoreceu empresas portuárias em troca de propina. Na mesma decisão, o ministro negou o pedido da defesa de Temer para arquivar a investigação.

O pedido da Polícia Federal (PF), foi motivado pela necessidade de análise da quebra de sigilo bancário do presidente, autorizada em março por Barroso e para que seja feita uma análise do material colhido na Operação Skala , que prendeu amigos de Temer e empresários do setor do portos.

A Polícia Federal fez o pedido de prorrogação no último dia 26. Foi o segundo pedido da PF para prolongar o prazo da investigação. Em 27 de fevereiro, o ministro Barroso já havia concedido uma prorrogação.

Ao vivo