08 de novembro de 2018 - 18:59

Toffoli diz que aumento para ministros do STF é “justo e correto”

Se for sancionado, o aumento vai custar mais de R$ 4 bilhões em despesas extras nas contas públicas do ano que vem.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 semana

Reprodução - Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, disse hoje (08), que o reajuste aos magistrados da Suprema Corte, aprovado ontem (07), pelo Senado, é “justo e correto”.

Se sancionado pelo presidente Michel Temer, o aumento aprovado pelos senadores elevará a remuneração mensal de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil, uma alta de 16%.

Como os salários dos magistrados do STF são o teto do funcionalismo, o reajuste irá provocar um efeito cascata nos contracheques do judiciário.

A estimativa é de, ao menos, R$ 4 bilhões de despesas extras nas contas públicas no ano que vem.

Ao vivo