05 de Março de 2018 - 16:58

Temer avalia ir ao STF contra inclusão em inquérito

Presidente foi incluido em investigação que apura indícios de pagamento de propina.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 meses

O presidente Michel Temer tem discutido nos últimos dias com ministros, advogados e auxiliares qual a melhor estratégia jurídica para responder à sua inclusão no inquérito que apura indícios de pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil.

O presidente avalia se entrará com uma petição no Supremo Tribunal Federal, o STF, para suspender a investigação.

Auxiliares do presidente afirmam que  uma das análises feitas por ele e seus advogados, é que a Constituição determina que um presidente não pode ser investigado por crimes anteriores ao mandato pois isso causaria uma instabilidade para o país.

 

 

Ao vivo