ao vivo
Rádio Educadora 90.9 FM

/ Notícia

STJ torna Pimentel réu por corrupção, mas o mantém no cargo

Governador é acusado de pedir e receber R$ 15 mi em propina a Odebrecht.

Por Lorena Silva (Educadora FM)
06/12/2017 19h02

O Superior Tribunal de Justiça, o STJ, aceitou hoje (06) a denúncia do Ministério Público Federal contra o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, do PT. Com a decisão, Pimentel se tornou réu pelo crime de corrupção passiva no âmbito da Operação Acrônimo.

Na mesma sessão, o Tribunal também decidiu que o governador não será afastado do cargo enquanto responder ao processo.

A decisão aponta a existência de indícios de que ele cometeu crime. Mas somente ao final do processo é que o governador de MG será julgado, podendo ser condenado ou absolvido.

Pimentel é acusado de pedir e receber R$ 15 milhões em propina para favorecer a construtora Odebrecht em obras no exterior, quando era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no governo Dilma.

A defesa de Pimentel divulgou nota dizendo que algumas "verdades" ainda desconhecidas pelo tribunal e pela Operação Acrônimo "alteram profundamente" os rumos da operação e, por isso, a denúncia foi recebida.