19 de Março de 2018 - 17:55

Moro determina prisão de empreiteiro condenado em 2ª instância

Gerson Almada é ex-vice-presidente e sócio da construtora Engevix.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 meses

O juiz federal Sérgio Moro expediu um mandado de prisão para Gerson de Mello Almada, condenado na Operação Lava Jato. Ele é ex-vice-presidente e um dos sócios da construtora Engevix.

De acordo com o juiz federal, Almada deve se apresentar amanhã na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Em 2015, o empresário foi condenado em primeira instância, a 19 anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Em 2017 a pena de Almada foi elevada para 34 anos de reclusão.

O advogado de defesa de Gerson Almada, Antônio Pitombo, informou que pretende recorrer aos tribunais superiores.

 

Ao vivo