14 de Maio de 2018 - 19:47

Moro condena ex-tesoureiro do PT e mais 12 réus por irregularidades no Cenpes

A maioria dos réus condenados recebeu benefícios para o cumprimento da pena por terem colaborado com o processo.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 meses

Foto: Dida Sampaio

O juiz Sergio Moro, da Justiça Federal do Paraná (PR), condenou hoje (14), o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, e outras 12 pessoas por envolvimento em um esquema que movimentou R$20 milhões em propinas.

Segundo denuncias da força-tarefa da Operação Lava Jato, as propinas estão ligadas à licitação para a ampliação do “Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello” (Cenpes), da Petrobras, no Rio de Janeiro (RJ). As obras custaram mais de R$ 1 bilhão.

Entre os alvos da sentença estão, Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras e Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS.

A maioria dos réus condenados recebeu benefícios para o cumprimento da pena por terem colaborado com o processo.

Ao vivo