01 de agosto de 2017 - 16:55

Moro aponta ao TRF4 lucros e dividendos expressivos de Lula

A informação do juiz foi dada no âmbito de mandado de segurança
Por Lorena Silva • Atualizado há 4 semanas

O juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, informou ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região que o ex-presidente Lula tem ‘rendimentos provenientes de aposentadoria e lucros e dividendos expressivos recebidos de pessoas jurídicas’.

A informação de Moro foi dada no âmbito de mandado de segurança ajuizado pela defesa de Lula contra o bloqueio de bens do ex-presidente que incluiu R$ 660 mil em quatro contas bancárias e R$ 9 milhões de fundo previdenciário na BrasilPrev.

O confisco foi ordenado por Moro em ação movida pelo Ministério Público Federal em outubro de 2016.

Moro decretou o bloqueio em 14 de julho, dois dias depois que condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex – imóvel no Guarujá (SP) que a Lava Jato atribui ao petista, o que ele nega enfaticamente.

Contra a medida, a defesa de Lula ajuizou mandado de segurança na segunda instância, que analisa recursos contra as decisões de Moro.

A defesa alegou, entre outros argumentos, ‘ameaça à subsistência’ do ex-presidente.

 

Ao vivo