15 de Fevereiro de 2018 - 18:41

Lula pede suspensão de perícia sobre sistema da Odebrecht

Defesa do ex-presidente aponta possibilidade de fraude em softwares.
Por Flávio Max • Atualizado há 1 mês

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva requereu ao juiz federal Sérgio Moro que suspenda a perícia sobre o sistema eletrônico de contabilidade da propina da Odebrecht.

O advogado Cristiano Zanin Martins requereu que Moro barre a perícia até o Ministério Público Federal prestar esclarecimentos sobre o sistema MyWebDay, software desenvolvido pela empreiteira para gerenciar contabilidade paralela.

O defensor apontou ainda possibilidade de fraude, especialmente no que se refere ao Drousys, sistema de informática para comunicação do setor de propinas da empreiteira.

A Operação Lava Jato atribui a Lula vantagem indevida de R$ 12,5 milhões da Odebrecht, por meio de um terreno que abrigaria o Instituto que leva o nome do ex-presidente, e uma cobertura vizinha à residência do petista em São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

Moro deciciu hoje (15), negar o pedido de suspensão e afirmou que a perícia foi determinada exatamente em decorrência dos questionamentos pretéritos da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva acerca da autenticidade dos documentos extraídos do sistema e juntado aos autos. E completou dizendo que a pretensão da defesa de suspensão da perícia por suspeita de fraude não faz o menor sentido.

Ao vivo