13 de Março de 2018 - 17:35

Kassab diz que governo não descarta privatização dos Correios

Ministro declarou que Tesouro Nacional não deve colocar recursos na estatal.
Por Flávio Max • Atualizado há 2 meses

O ministro da Ciência, Tecnologia, novações e Comunicações, Gilberto Kassab disse hoje (13), em entrevista a um programa de TV que mesmo com a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que obriga os empregados dos Correios e seus dependentes a pagar mensalidade para manter os planos de saúde, o governo não descarta a privatização da empresa pública.

Kassab declarou ainda que o governo brasileiro, diante da conjuntura econômica difícil, tem deixado claro que o Tesouro Nacional não colocará recursos nos Correios, explicando que a direção da empresa está avaliando qual será a nova realidade diante da decisão do TST.  A decisão do TST ainda cabe recurso no próprio tribunal e ao Supremo Tribunal Federal.

Os trabalhadores dos Correios entraram em greve no último domingo (11), por não aceitarem as mudanças no plano de saúde dos servidores. De acordo com a Federação, cerca de 20 sindicatos aderiram ao movimento.

 

Ao vivo