27 de Fevereiro de 2018 - 15:02

Justiça nega pedido para afastar Segovia do comando da PF

Juiz entendeu que declarações do diretor não justificam o afastamento.
Por Flávio Max • Atualizado há 6 meses

A Justiça Federal em Brasília negou o pedido para afastar o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segovia, do cargo. A decisão foi proferida em uma ação popular protocolada pelo senador Randolfe Rodrigues.

Na decisão, o juiz Ed Lyra Leal, da 22ª Vara Cível, entendeu que as declarações dadas por Segovia em uma entrevista à imprensa sobre a investigação envolvendo o presidente Michel Temer e outras pessoas não foram suficientes para justificar o afastamento.

Além disso, o magistrado ressaltou que o caso sobre a entrevista está sendo conduzido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso.

 

Ao vivo